segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Carta:

Senhor,

Sou uma miuda da cidade que adora dançar com as suas amigas, adora visitar outros paises, nunca vou esquecer aquela temporada em que trabalhei num bar na tailandia... mas sou incopreendiada pelos homens! Olham para mim com desdêm! Não consigo ter uma relação estável e duradoura!
Desejo-te! Quero que me possuas à bruta! Por ti atiro-me de um avião, sem paraquedas! Passeio-me em fio dental pelas ruas da Arabia Saudita! Faço uma caçada em africa de pressão de ar! Subo ao everest a fazer o pino! Faço tudo o que quiseres, mas livra-me deste tormento e espanca-me o pacote sem piedade!

Resposta:

Babes,

Apesar de gostar mais de mulheres mais rusticas e com uma postura mais provinciana, confesso
que essa atitude de dançar num bar exótico de fufas tailandesas, deixa-me um pouco espumante!
Não sou como os outros manfios, que quando vêem uma mulher que gosta de outras para o mambo na horizontal, se sentem ameaçados por saberem, no fundo, que não fazem melhor!
Como sei que nunca vai haver femea ou macho, tão selvatico e abusador na nobre arte de esconder o salame como a minha pessoa, não tenho motivo para ter receio! Não só por ter nascido com um grizly com o cio no meio das pernas, mas também por debitar altas quantidades de conversa de travesseiro que deixa qualquer mula, por mais pratos que bata, com a crica flamejante!!
Gosto da tua atitude! Para mim já és uma Castrolette!!!
Quanto ao teu desejo carnal, por ele... temo que o faças por seres apenas humana!

"there can be only one!"

Castrolman


2 Comments:

At 18:30, Blogger O ISENTO said...

Espanca-me o pacote sem piedade!!!
Essa é a frase que mais sonhei ouvir em toda a minha vida, mas nunca ouv... espera aí... quero mai... peixinho... bom... vendo melhor as coisas... eh... vao voçes...

 
At 23:41, Blogger CastroL said...

ahahahahahahahahahah!!!
foda-se que prigo!!!!

 

Enviar um comentário

<< Home